terça-feira, junho 09, 2009

ELEFANTE BRANCO

Memórias de um Lobo Solitário

ELEFANTE BRANCO



“ Uma coração que ama, é sempre um coração jovem”, foi assim que o Chefe Elefante Branco, viveu a Vida e o Escutismo.

Com o seu espírito jovem, incutia aos seus Rapazes o amor que nutria pela Vida e pelo Escutismo.

O Chefe Elefante Branco, surge na minha vida há 30 anos atrás, quando ingressei no Corpo Nacional de Escutas, no Agrupamento 391 – Antas.

Relembro esse dia como se fosse hoje. Numa tarde de Sábado primaveril, chego ao Agrupamento e deparo-me com vários jovens a fazerem amarrações e construções.
Enquanto observava os jovens absorvidos na sua tarefa, surge do interior das instalações um Chefe…alto e elegante, de cabelos brancos, olhos azuis, tez clara e rosada e impecavelmente uniformizado, ostentando ao peito as passadeiras de diversas condecorações.
Esta imagem surge aos meus olhos, na altura um gaiato rebelde e cheio de energia, como que de um general inglês se tratasse. Apesar da sua figura respeitadora, de imediato me cativou.

Depois de um breve diálogo, disse-lhe que queria ser Escuteiro e com o seu sorriso característico acolheu-me.
E assim estavam lançados os dados, para o inicio de uma sólida amizade entre um Elefante Branco e um Lobo Solitário.

Ao longo de 30 anos, o Chefe Elefante Branco foi para mim algo mais que um Chefe dos Escuteiros. Foi um amigo, um irmão mais velho, um confidente, foi como um pai.
A ele lhe devo, e como eu muitos rapazes, o homem que sou hoje. O Chefe tinha esse dom, para cada rapaz usava um molde, que depois os transformava em Homens.

Não se limitava apenas a ensinar o Escutismo, pretendia algo mais que isso. Fazia sentir aos seus Rapazes o orgulho da farda e em serem Escuteiros, incutia sentimentos e valores morais, disciplina, constante exercício físico e mental.
No entanto não tolerava, faltas de respeito e má educação, escuteiros mal uniformizados e incumprimento de horários.

Como é evidente a maneira de ser e estar, não era do agrado de todos. Mas na minha opinião isso só demonstra o grande carácter e personalidade do Chefe Elefante Branco, que não era moldável só para agradar ou tirar qualquer proveito próprio. Mas ao longo da História, os grandes Homens sempre foram assim…amados por uns incompreendidos por outros.

O Elefante Branco viveu o Escutismo, sempre ao lado dos seus Rapazes da qual tinha muito orgulho. Renegou cargos de destaque e protagonismos, para ele o Escutismo era viver na clandestinidade para fazer brilhar os seus Rapazes e acompanha-los ao longo da caminhada da Vida.

Não nos levava ao colo, mas estava sempre presente para nos estender a mão ajudando-nos a levantar para continuar a caminhada. A sua preocupação não se centrava apenas com o Escutismo, preocupava-se com a situação escolar, familiar dos seus Rapazes, de uma forma geral tínhamos sempre o Chefe presente na nossa vida em todos os campos.

As experiencias vividas com o Elefante Branco, são imensas. Tudo que mandava fazer era porque também o era capaz, se subíssemos a uma arvore o Elefante Branco esperava pelos seus rapazes no cimo dela. Se tivéssemos que mergulhar num rio, logo pela manha era o primeiro a entrar na água e a incentivar-nos a mergulhar.



Com ele vivi o Escutismo de forma intensa, cheia de ensinamentos e experiencias a todos os níveis.

Tenho consciência que no momento da vivencia, não compreendi alguns só mais tarde com o amadurecimento da idade os entendi e o quanto me foram e são úteis ainda hoje.


Relembro um acampamento, entre muitos, que ao montar o acampamento, o Elefante Branco, disse:

- Atenção ao tempo.
Estas palavras era sinónimo, que as condições climatéricas estavam instáveis e a qualquer momento podia chover, de imediato foi escolhido o melhor local para montar as tendas e tomar todas as precauções e não tardou muito a começar a chover.

Já acampei com chuva, mas aquele acampamento a chuva era imensa, mais parecia um dilúvio, que nos obrigou a permanecer nas tendas horas a fio e amuados com o S. Pedro, por nos ter “amarrado curto” perante um acampamento promissor de actividade.
Quando a chuva parou, saímos da tenda. Ao olhar em frente vi o Elefante Branco a contemplar os seus Rapazes a saírem da tenda, como que a ver suas crias a saírem da toca, todas enxutas e quentinhas. O brilho dos seus olhos e o seu orgulho iluminou aquele dia tempestuoso.
De todos os Agrupamentos presentes, fomos os únicos.

Viver o escutismo com ele, era estar em permanente actividade física e intelectual. Além de ter recebido das suas mãos a Insígnia de 1ª Classe, cumpri com êxito as provas de cerca de 15 especialidades, desde cozinheiro, intendente, ciclista, andarilho e muitas mais.

Qualquer acampamento que se realizasse, éramos nós que organizávamos tudo. Depois de tudo organizado, era tudo apresentado ao Chefe Elefante Branco, o relatório teria que constar a ementa diária, horários dos transportes, relação do material e o custo da actividade.
Para tal era necessário fazer um orçamento, calcular o custo diário de cada refeição e multiplicar por o número de refeições efectuadas, tendo sempre a atenção de alternar uma refeição de carne com uma de peixe.

Com tudo isto, o Grande Chefe, sabia que no futuro seriamos adultos auto-suficientes e cidadãos activos na sociedade. Com ele aprendi a cozinhar, a coser, a saber conviver em grupo e os valores morais, hoje em dia muito esquecidos.

Actualmente, compreendo o esforço enorme que o Chefe dedicou ao Escutismo e essencialmente aos seus rapazes. O tempo que nos dedicava, era tempo que não passava com a família que também dele precisavam.

Mas atrás de um grande Homem, há sempre uma grande Mulher e essa mulher na vida do Chefe foi a sua esposa, Chefe Andorinha, que sempre esteve presente e caminhou ao seu lado ao longo da Vida.

Em Maio de 2009, o Chefe Elefante Branco, decidiu serenamente partir para o Acampamento Eterno.
Partiu como o desejava, fardado de Escuteiro e rodeado de escuteiros, viveu como sempre o desejou, abraçado ao Escutismo e á Vida.

Partiu com o dever cumprido, pois deixou um Mundo melhor do que aquele que encontrou. Habitualmente se diz que ao tornar um rapaz em bom cidadão a missão está realizada, o Chefe Elefante Branco, não transformou um rapaz, mas muitos.

Concertesa que no Acampamento Eterno, contempla os seus Escuteiros, com o seu sorriso e o brilho no olhar, cantarolando a Flor da Fragrância.

Para o Escutismo e para todos os que o rodeavam, uma perda irreparável.

Muito poderia escrever sobre experiencias vividas e sentimentos, mas as experiências são imensas e os sentimentos profundos e sinceros, algo que se sente e difícil de descrever.

Grande Chefe obrigado por tudo e voltaremos a reencontrarmo-nos nas próximas Vidas e estarás sempre presente no meu coração.

SEMPRE …ALERTA !!!!
AAAAAAAAAUUUUUUUUUUUU
AAAAAAAAAAAAAAAUUUUUUUUUU

5 Comments:

Anonymous Anónimo said...

SÉRGIO
POEDEREI CHAMAR-TE IRMÃO, POIS MEU PAI CONSIDERAVA-TE COMO UM FILHO. OBRIGADA PELA HOMENAGEM QUE PRESTAS A MEU PAI ATRAVÉS DESTA PUBLICAÇÃO DE FOTOS E DA TUA MENSAGEM TÃO REALISTA E SENTIDA. PODEREI DIZER, SEM MEMÓRIA, NÃO HÁ FIDELIDADE. ESTIVESTE SEMPRE PRESENTE NA VIDA DE MEU PAI, ESPECIALMENTE NOS MOMENTOS QUE ELE MAIS PRECISOU, NA DOENÇA. FOI NESTA DOENÇA QUE ELE MAIS NECESSITOU DE VER OS ESCUTEIROS E TU E O DUARTE (CHEFE DE AGRUPAMENTO DO CARVALHIDO), ESTIVERAM PRESENTES E UMA PALAVRA, UMA COMPANHIA A UM MORIBUNDO É COMO ÁGUA A QUEM SE DÁ QUE TENHA SEDE. OBRIGADA AMIGO E "IRMÃO". ESTARÁS SEMPRE NO CORAÇÃO DE MEU PAI, ELE LEVOU-TE COM ELE, FOSTE TU QUE INCLUSIVE LHE FIZESTE "A BARBA" PARA ELE PARTIR PARA, COMO TU DIZES, PARA O ACAMPAMENTO ETERNO. AOI VER A FOTO DE MEU PAI COM MEU IRMÃO, AS LÁGRIMAS ROLARAM. OBRIGADA POR TÃO PROFUNDA HOMENAGEM.
SEMPRE ALERTA
A FILHA DO ELEFANTE BRANCO
DOROTEIA VASCONCELOS CAÇÃO

15 de junho de 2009 às 22:28  
Anonymous Carlos Pedro de Vasconcelos said...

Há palavras que não se conseguem expressar, sentimentos que se escondem no silêncio, dores que dilaceram tristezas...e vontades que nascem agradecidas.
Neste momento, agradeço tê-lo tido como pai e estas breves linhas gostava de lhe dedicar:


Nada me ocorre escrever
neste momento…
porque tudo queria dizer,
e nada diria,
devido ao sentimento.
Como um relógio,
corre incessante
o meu pensamento…
…revive os segundos, os minutos,
as semanas, os anos,
de um multiplicar de…
… palavras trocadas,
saberes vividos,
experiências faladas,
desabafos sentidos.
Tem um toque de magia,
um tic-tac de poesia,
que com precisão e coragem,
impede qualquer paragem
de realizar e dedicar
esta sentida Homenagem!

15 de junho de 2009 às 23:33  
Anonymous Doroteia Cação said...

O Escutismo privilegia o contacto com a Natureza e promove o respeito do Escuteiro por si próprio e pelos outros.
Será justa a lamentação de alguns que dizem haver pouca adesão da Juventude à Igreja, quando o C.N.E., movimento da Igreja, tem tantos jovens.
VALE A PENA REFLECTIR SOBRE ESTE ASSUNTO...
Mas há que questionar: A formação cristã de base dos DIRIGENTES estarán á altura destas responsabilidades? A formação Académica não tem equivalência na formação cristã de base.
Para podermos exigir, temos que dar e facilitar esta formação. Não esqueçamos que O ÊXITO PLENO DE UM AGRUPAMENTO, ASSENTA, SOBRETUDO, NOS SEUS DIRIGENTES. EESSE DITO "EXITO", O ELEFANTE BRANCO sempre o teve, em todos os GRUPOS QUE FUNDOU E EM OUTROS QUE REACTIVOU.
PODERÁ QUALQUER PESSOA SER DIRIGENTE DO C.N.E.?
Gostaria de relembrar esta passagem bíblica: JESUS CRISTO ANDOU À PROCURA DE APÓSTOLOS POR TERRAS DA PALESTINA. NO MEIO DE TANTA GENTE, ESCOLHEU 12 HOMENS, MAS MESMO ASSIM, UM NÃO SERVIU !
A meu ver, de igual forma, também podemos dizer que nem toda a gente pode ser DIRIGENTE DO C.N.E.
O Escutismo do C.N.E. É ESCOLA DE FORMAÇÃO INTEGRAL, HUMANA E CRISTÃ, por isso o DIRIGENTE terá de ser SEMPRE, educador integral, humano e cristão.Terá de ter um conjunto de qualidades humanas e cristãs para o poder ser, na linha da coerência devida humana e cristã. E O ELEFANTE BRANCO, reunia a 100% todas as qualidades para exercer UMA VIDA INTEIRA, como exerceu, COMO DIRIGENTE DO C.N.E.
É por causa da coerência destes nossos DIRIGENTES que o C.N.E. AINDA NÃO DÁ RESUKLTADOS QUE PODE DAR E AINDA NÃO DEU OS FRUTOS QUE PODE PRODUZIR. SIGAM A FILOSOFIA DE VIDA ESCUTISTA DE BADEN POWEL, tal e qual como o CHEFE ELEFANTE BRANCO SEMPRE FEZ.
Tanta gente NAS FILEIRAS DO c.n.e.... não merecerá um maior cuidado e uma maior responsabilidade da parte de todos nós, incluindo ASSISTENTES E LEIGOS?
VIVAM O ESCUTISMO como o CHEFE ELEFANTE BRANCO, em FRATERNIDADE E DE UMA FORMA CRIATIVA, À LUZ DE JESUS CRISTO E DO EVANGELHO.
SEMPRE ALERTA PARA SERVIR.
Maria Doroteia Leite de Vasconcelos e Silva de Rodrigues Cação (EX-EXPLORADORA; CHEFE DE PATRULHA E ÀQUÊLÁ, do Agrupamento 228, Grupo 12- Nª.Sª.da Conceição-Marquês). A 1ª Escuteira deste Agrupamento, FUNDADO POR MEU PAI- CHEFE ELEFANTE BRANCO

15 de junho de 2009 às 23:38  
Anonymous Tiago Faria said...

descobri este blog por uma mera coincidência e eis que me deparo com uma noticia que me deixou com uma lágrima no olho.
Também pertencia ao 391 das Antas nos inicios dos idos anos 80 e relembro, com saudade, das tardes de sábado e manhãs de domingo que passávamos no C. S. das Antas, das actividades, das festas, enfim dos tempos de Escuteiro.

Fiquei triste...

Um abraço

17 de junho de 2009 às 17:41  
Blogger Doroteia Cação said...

PAPÁ...NO ACAMPAMENTO DA ETERNIDADE (COMO DISSE O SÉRGIO) EU TENTO COMUNICAR CONTIGO A FIM DE TE ENVIAR UMA SAUDAÇÃO NÃO SÓ COMO FILHA MAS TAMBÉM COMO EX- CHEFE DE ESCUTEIROS -SEMPRE ALERTA- E CANTO-TE A RADIOSA FLORAÇÃO, GENTIL DA VIDA... CANÇÃO QUE TU TANTO GOSTAVAS.
DIA 09- 2ª.FEIRA, JÁ SÃO 2 ANOS PASSADOS DA TUA PARTIDA DA TERRA PARA ONDE DEUS QUIS... O SENTIMENTO MANTEM-SE, A DISTÂNCIA É INFINITA ASSIM COMO A SAUDADE MAS A ALEGRIA DE SABER QUE POSSIVELMENTE ESTARÁS "BEM MELHOR" DO QUE NESTE MOMENTO A MAIOR PARTE DOS PORTUGUESES ESTÃO, PÕE-ME FELIZ. VIVESTE UMA VIDA PREENCHIDA DE TUDO, AJUDASTE MUITOS JOVENS NA SUA FORMAÇÃO MORAL PREPARANDO-OS ASSIM PARA O CONFRONTO DA VIDA.
DIA 9 DE MAIO ESTAREI NA MISSA E ENVIARTE-EI MUITOS BEIJINHOS E QUE NO PARAÍSO, NESSE ACAMPAMENTO... JESUS SEJA O TEU MELHOR AMIGO. FICA EM PAZ PAPÁ E ATÉ UM DIA.
A TUA FILHA -DOROTEIA -"TÉTÉ", COM TOSO O AMOR.

7 de maio de 2011 às 14:01  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home