quinta-feira, abril 10, 2008

O PÁSSARO DA ALMA

MEMÓRIAS DE UM LOBO SOLITÁRIO




No fundo, bem lá no fundo do corpo, mora a alma.
Ainda não houve quem visse,
Mas todos sabem que ela existe.
E não só sabem que existe,
Como também sabem o que lá tem dentro.

Dentro da alma,
Lá bem no centro,
Pousado numa pata
Está um pássaro.

E o nome do pássaro é Pássaro da Alma.
Ele sente tudo o que nós sentimos:

Quando alguém nos magoa,
O pássaro da alma agita-se para lá e para cá,
Em todos os sentidos, dentro do nosso corpo,
Sofre muito.

Quando alguém nos ama,
O pássaro da alma dá pulinhos
De contente,
Para trás e para a frente,
Vai e vem

Quando alguém nos chama,
O pássaro da alma põe-se logo à escuta da oz,
A fim de reconhecer que tipo de apelo é.

Quando alguém se zanga connosco,
O pássaro d alma recolhe-se dentro de si
Tristonho e silencioso.

E quando alguém nos abraça, o pássaro da alma
Que mora no fundo, bem lá no fundo do nosso corpo,
Começa a crescer, a crescer,
Até encher quase todo os espaço dentro de nós,
Tão bom é para ele o abraço.

Dentro do corpo, no fundo, bem lá no fundo, mora a alma.
Ainda não houve quem a visse,
Mas todos sabem que ela existe.
E ainda nunca,
Nunca veio ao mundo alguém
Que não tivesse alma.
Porque a alma entra dentro de nós no preciso momento em que nascemos
E não nos larga
- Nem uma só vez –
Até ao fim da nossa vida.
Como o ar que o homem respira
Desde a hora em que nasce
Até à hora em que morre


Lucia Liba Micznik
AAAAAAAAUUUUUUUU
AAAAAAAUUUUUUUUUUU

3 Comments:

Blogger Guhn said...

See Please Here

10 de abril de 2008 às 19:37  
Anonymous Anónimo said...

Se ninguém veio contar como é, o que é, a alma, como temos certezas!
Alma, é só um nome que damos a algo, que não sabemos o que é e muito menos se existe....

MM

10 de abril de 2008 às 20:15  
Blogger JoJosho said...

See Please Here

19 de abril de 2008 às 00:06  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home